Sobre a Revista

Foco e Escopo

É uma publicação da Faculdade de Ciências Humanas ESUDA e tem como objetivo divulgar a produção acadêmica e científica, orientada para o debate sobre questões controversas do mundo contemporâneo que exigem uma compreensão interdisciplinar, colocando-se como instrumento de circulação de divulgação de pesquisas em ciências humanas, estabelecendo discussões e debates realizados nos aspectos das relações com a realidade política, com a dinâmica cultural da sociedade e com a herança histórica.
A revista se propõe a participar dos grandes debates contemporâneos acerca das ciências humanas interagindo com a produção de saberes elaborados por pesquisadores do Brasil e de outros países. Para tanto, está aberta à publicação de artigos inéditos, ensaios, resenhas e documentos, tendo como idiomas de divulgação o português, o inglês e o espanhol.
Pretende também cooperar na formulação de novas perspectivas para a discussão interdisciplinar ao redor do conhecimento aplicado ao desenvolvimento regional.

Processo de Avaliação pelos Pares

A revista Humanae conta com um Comitê Editorial Interno e um Conselho Editorial, responsável pela avaliação das contribuições nas diversas áreas do saber tratadas pela revista, com o fim de assegurar a qualidade e a relevância científica dos trabalhos publicados.

Os trabalhos serão enviados para avaliação sem identificação de autoria, assim como os comentários/correções dos avaliadores também serão identificados. A revista adotará o sistema de avaliação por pares denominado “duplo cego” (blind peer review), com a avaliação das contribuições sendo realizada de forma anônima, assim como a comunicação dos pareceres.

Os originais recebidos serão pré-analisados em função da adequação das normas editoriais, assim como da qualidade teórica e metodológica aparente do texto, podendo ser rejeitados (desk review).

No passo seguinte, serão encaminhados pelo Editor de Área aos avaliadores no momento de seu recebimento.

O processo de seleção de artigos envolve a avaliação de um especialista do Comitê Editorial Interno. No caso de conflitos, o trabalho será remetido a um especialista do Conselho Editorial ou a um consultor “ad-hoc”. Caso ocorram divergências, o texto será encaminhado a um terceiro consultor.

Dos pareceres emitidos podem constar sugestões de alterações, acréscimos ou adaptações necessárias ao aprimoramento do texto examinado, a serem efetuados segundo a concordância do autor, com vista a possível publicação. Os autores recebem comunicação relativa aos pereceres emitidos, sendo a identidade do parecerista mantida em sigilo,
Se o artigo for encaminhado aos autores para revisão e não for retornado à equipe editorial no prazo de oito semanas, o processo de revisão será considerado encerrado. Caso o mesmo artigo seja reencaminhado, um novo processo será iniciado, com data atualizada. A data do aceite será registrada quando os autores retornarem o manuscrito após a correção final aceita pelos Editores.
Ao editor caberá a decisão final sobre quais artigos serão publicados, com base nas recomendações feitas pelos pareceristas.

No caso de recusa de publicação, os artigos serão acompanhados de justificativa, com a explicitação dos critérios e análises utilizados na avaliação do trabalho.

Periodicidade

Com periodicidade semestral, a Revista Humanae é publicada nos meses de julho e dezembro.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Grupo Esuda de Interlocução Acadêmica - GEIA

Coordenadora Profa. Dra. Maria Fátima Batista Costa

Faculdade de Ciências Humanas - ESUDA